De certo que talvez eles nos escuitim tchô…

Tchozinhos e tchozinhas,

De certo que talvez, quem sabe, vocês tenham algumas ideias, talvez sejam boas talvez não, porém torço para que tenham muita determinação, criatividade, coragem para conseguir criar valor para essa sociedade na qual vivemos. Sem sonho não temos e não criamos absolutamente nada e continuaremos sempre no “Campo da dúvida”. Se for sonhar, escolha algo que está nas beiradas dessa ilustração abaixo. 

valor

Agora já estejam “PERPARADOS” para um tipo de realidade que é a de um país rico que não investe nessas pontas de valor. Abaixo, fiz uma interpretação do que vejo e sinto hoje como empreendedor. Se não conseguirmos inovar utilizando nossos próprios talentos, a vida vai se tornar cada vez mais cara…

 

 

 

 

 

Repaginação do blog / Visual changes

Tchozinhos e tchozinhas, Dear Friends 

It’s been such a long time since I wanted to move the blog to a self hosted wordpress server, but you know that it takes quite some time in a cumbersome process. Eventually, voilá here it is. The new the layout has plenty of space for pictures arts and so on. Furthermore, the evolution in technical terms behind the scenes is great. Well, that’s it.  As soon as possible more and more news about Fraiburgo, a little lovely cold town at the heart of southern Brazil.

Greetings!

Esse final de semana foi bastante produtivo. Finalmente consegui colocar uma plataforma independente para o blog, agora o Lá no Frai tem um visual diferente, com mais espaço entre as coisas e também mais liberdade para algumas criações. Tecnicamente muita coisa mudou também, mas essa parte é meio “caiporinha” de explicar portanto isso é tudo. O sentimento predominante é o mesmo de quem muda de um apartamento para uma casa, dá mais trabalho cuidar da segurança, da manutenção e etc, mas por outro lado há muito mais liberdade. Como cidadão Fraiburguense agora me sinto livre para pintar a casa da cor que eu quiser pra diferenciar do vizinho, nem que pra isso “seje” necessário usar laranja metálico espelhado com verde fosforescente e tons de vermelho, azul e amarelo sol da tarde no fundo. O que me agoniava fortemente na plataforma antiga era: Não poder lidar com o layout, os espaços eram limitados, tinha que pagar o condomínio do site em dólar e o pior de tudo é que os tchô gringo lá ficavam colocando propagandas no meio dos nossos posts tchozinos aí era pra acaba! (Jaguaredo véio). Enfim, estamos de cara nova, talvez falte uma coisa aqui, outra ali, mas os móveis já estão aí e com o tempo a coisa se ajeita e depois tomado um chima com pinhão e bergamota pra celebrar a vida! 

 Saudações! 

 

5 comentários catarinas sobre o país da copa (Suíça) / 5 tchozinus comments about the Would Cup country (Switzerland)

Tchozinhos e tchozinhas,  / Ladies and Gentlemen

Quando tive a oportunidade de passar um tempo na Suíça, queria expor o meu córtex tchozino naquela cultura. Queria conhecer como são as coisaradinhas de lá, aquelas que vão além dos canivetes, queijos, chocolates, relógios, bancos e tudo mais que está sempre associado as coisas boas suíças. Queria “negaciá” de perto o jeitão e o modo de pensar deles, queria saber como se dá a confusão mental das “lúitas” idiomáticas, políticas e culturais entre os estados de lá (chamados de cantões), e de onde se extraí tanta riqueza num país tão pequeno que há 100 anos atrás era pobrezito a ponto de mandar emigrantes para o Brasil. Como resultado, posso dizer que o país da copa é fantástico e abaixo explico o por quê.

When I had the opportunity to invest my time in Switzerland, what I wanted from that experience was to simply expose my cortex to what goes beyond the widely known stuff like knives, cheeses, chocolates, watches and Swiss banks. I wanted very much to grasp the swiss culture in its core. I wanted to see how is the confusion and the struggles between lingual, political, and cultural ties within the country. I wanted to better understand how this country raise and maintain so its wealth in contrast to a not so distant past, which looking back just 100 years ago the poverty expelled people to Brazil for instance. As a result, I can say that this tiny little country is fantastic and below I explain why.

DSC00872

Vista de uma das trilhas nas montanhas / View from the moutains

   

01 – É um país diverso / It is a country of diversity

A Suíça é um país bem pequeno com formato de ácaro (Aquele bichinho que dizem que fica no ar condicionado mesmo!) e fica bem no centro da Europa, mais especificamente nas montanhas que separam a Europa quente (sul) da fria (norte). Ali eles integram e congregam 3 grandes universos de conhecimento, o alemão o italiano e o francês. Há pessoas que falam Romanês e quase todos falam inglês. É um país que assim como a Holanda sempre atraiu e abrigou muitos pensadores que não eram aceitos e até ameaçados em seus mundos por divergirem do pensamento comum. O país da copa, é muito bonito, lá tem montanhas, lagos, vales, florestas, campos, vacas, neve e da pra se “pinchá” em quase todos os lugares com água inclusive nos rios que ficam no meio das cidades. É uma locurage tchô! O país é diverso tanto culturalmente como  geograficamente. 

Switzerland is a tiny country that geographically looks like a mite (yes, that ones in you sofa). Its is located at the heart of Europe, dividing the warm south and the cold north. In there, they integrate and congregate (bring togheter) 3 large universes of knowledge (German, French and Italian). It is a country, in the same way as Holland, that has always attracted and sheltered many thinkers who were not accepted and even threatened in their home lands for posing serious threats to the common thought. The world cup country is beautiful with moutains, lakes, valleys, forests, green fields, cows, snow and you can jump virtually in any part where you see water, even in rivers located in the middle of the cities. From a Brazilian point of view, it is crazy.

Friburgo suíça

Friburgo em francês: Fribourg; em alemão: Freiburg- Lugar onde a língua francesa e a alemã colidem… / Fribourg the capital of the Swiss canton of Fribourg and the district of Sarine the place where the French and German languages colide…

02 – É um país chique e seguro / It is a fancy and safe country

Estava passando por um estação e havia alguns pedintes, não se se poderia chamar eles de mendigos porque se vestiam bem até e quando me pediram algo e não respondi eles trocam o idioma, porque talvez eu não fosse entender o francês ou o alemão. Pra conseguir uma vaga de mendigo ou melhor “Mindingo” tem que ter boa qualificação, se não o mercado não absorve. Além disso, uma vez pedi onde ficava tal lugar, o senhor me explicou tudo e quando pedi se o lugar era seguro ele riu e eu entendi que poderia ficar tranquilo. 

Was going through a train station and there were some beggars, no one could actually call them beggars because they dressed up well. When they asked for something and I did not answer, they promply switch the language, because maybe I would not understand French or German. To get a job as a beggar in Switzerland you have to have good qualification and language skills, if not the market will not absorb you. Moreover, once asked where was a certain place a guy responded and when I asked if the place was safe he laughed at my face and I knew I could relax it is safe.

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA

Môtiers – Município do Vale da Travessa  do cantão de Neuchâtel  lugar onde trabalhamos – Região francesa. - Val-de-Travers is a municipality in the district of Val-de-Travers in the canton of Neuchâtel in Switzerland

Read more